Duxers em Lima: Articulação dos poderes público e privado para gerar valor e transformação social

Autores:  Érico Freitas, Gabriel Barboza, Isadora Pivetta, Lucas Antônio e Tiago André Piccoli.  duxers da turma 2018 que participam do XIV Encontro Iberoamericano da Sociedade Civil, em Lima a convite do programa Geração DUX.

 

Gerar valor para negócios e organizações é transformar o status quo da sociedade – e um compromisso da gestão pública. Foi com este norte em que foi construída a narrativa do painel “Puesta de Valor de la Sociedad Civil Organizada”, ocorrido na última quarta-feira (19) durante o XIV Encuentro Iberoamericano de la Sociedad Civil, em Lima (Peru).

Para realizar esse debate, foi reunido um staff com expertise nos meios empresarial e social. O mexicano Juan Pardinas, diretor do Instituto Mexicano de la Competitividad, dialogou sobre a necessidade de políticas públicas que incentivem o empresariado a buscar soluções: “a lei não é exatamente como queríamos, mas já estamos tendo avanços”. O painelista disse ainda que o governo não necessita ser o agente propositivo da inovação nos negócios, mas que este deve incentivar que empreendedores busquem novas soluções produtivas.

Por sua vez, o Diretor Executivo do Grupo de Fundações e Empresas da Argentina, Javier Garcia, afirmou que sua instituição atua buscando o desenvolvimento sustentável por meio da análise do ecossistema de corporações, e não somente pela análise individual, em virtude da postura coletiva ser reflexo do comprometimento da gestão empresarial com o meio. Hoje a organização que ele lidera conta com 56 empresas comprometidas com a causa regional. Garcia conclui que “sem o apoio público, todo o esforço empresarial não vale em nada”.

Comments are closed.