Inovação na gestão pública e empresas B são temas do módulo de julho do DUX

O terceiro módulo do Geração DUX 2018 foi abordou as possibilidades inovadoras na gestão pública, as iniciativas corporativas de impacto social e ambiental e as estratégias criativas para a gestão de processos. O encontro contou com palestras de Beatriz Pedreira, do Instituto Update, e Tomás de Lara, do Sistema B.

Cientista social e pesquisadora de novos comportamentos políticos com mais de onze anos de experiência em inovação pública e política,  Beatriz compartilhou com o grupo a sua experiência e sintetizou possibilidades diferentes de gestão pública – apresentando cases latino-americanos e ressaltando a importância de pesquisas de mapeamento para ter a compreensão de novas iniciativas políticas e suas lideranças. Beatriz também apresentou o Instituto Update – que busca contribuir para a atualização da democracia da América Latina através do fortalecimento da inovação política e das práticas políticas emergentes.

Tomás de Lara – conselheiro do Sistema B, Colíder do Cidades +B Internacional, cochair do Colaboramerica e cofundador da GOMA (Ecossistema Empreendedor e Espaço Colaborativo) – contribuiu com todo o seu conhecimento e experiência no âmbito das empresas B.  Tomás pontuou a colaboração, empatia e a circularidade como fatores cruciais no futuro dos negócios. Para elucidar seu argumento, ele apresentou uma série de cases de grandes organizações que constituem o Sistema B e possuem a certificação regulamentada. Além disso, durante a sua fala, Tomás também explicou o quanto os negócios com força de transformação e impacto positivo são importantes na sociedade por desencadearem novas formas de pensar, consumir e gerir negócios.

A palestra de Tomás de Lara foi complementada com uma tarde de cases sobre empresas B na prática na sede do Woop Sicredi, na PUCRS.  Participaram do encontro Camila Luconi – representante dos temas de cooperativismo e sustentabilidade na plataforma digital do Sicredi –, Guilherme Massena – cofundador da Dobra – e Giuliana Almada – duxer 2017 que atua na Insecta Shoes.

O  módulo também teve a participação do duxer Rafael Perez, da turma de 2016. Cofundador da  Point Facilitação Criativa  ele realizou uma oficina de estratégias criativas para gestão de projetos. No encontro, Rafael listou diferentes metodologias de gestão e propôs uma dinâmica com o grupo.  “Pessoas são mais importantes do que processos e por isso, a gestão de projetos tem tudo a ver com a cultura, muito mais do que com a metodologia. Para escolher o método certo, antes de tudo é preciso ter autoconhecimento, confiança e colaboração”, destacou Rafael.

E assim mais um módulo repleto de inspiração fez parte da agenda dos duxers de 2018. Em agosto tem mais!

 

Texto: Joana Becker

Comments are closed.