Vamos falar sobre ética?

O Módulo 4 do Geração DUX foi dedicado a um tema central na formação de um líder: ética. A programação iniciou  com uma abordagem filosófica proposta pela professora. Terezinha Azerêdo Rios, doutora em Educação e professora da USP. Entre os diversos pontos apresentados pela pesquisadora destaca-se a diferenciação entre moral e ética. “Onde a moral diz ‘faça isto’, a ética diz por que fazer”, explica.

 

Na sexta-feira os duxers receberam o procurador de Justiça Luiz Fernando Calil de Freitas, que se dedicou à análise do processo de judicialização, sobretudo na esfera política, vivenciado atualmente na sociedade brasileira. Para o procurador, a necessidade de interferência do poder judiciário é resultado, sobretudo, da ineficiência dos sistemas do poder executivo e legislativo no país.

 

“O mundo político não resolve mais os seus problemas. É uma dura realidade que devemos encarar. É uma máquina arquitetada no século 18 que não dá mais resposta para a sociedade que termos hoje”, acredita o procurador.

 

Outra abordagem sobre o tema foi proposta pelo sociólogo Léo Voigt, diretor da Fundação Gerações, que discutiu a relação entre ética e ideologia no processo histórico.

 

A programação do quarto módulo do Geração DUX também contou com um diálogo com lideranças sociais. Ângela Aguiar, coordenadora da área social da  Associação Cristã de Moços do Rio Grande do Sul (ACM-RS),  e  Wilma Resende Araujo Santos, que até março ocupava a superintendência da Junior Achievement Brasil, conversaram com a turma de duxers sobre a construção de suas carreiras dedicadas a causas sociais, as dificuldades encontradas e os aprendizados dos seus percursos.

Comments are closed.