Na última sexta-feira iniciamos o primeiro módulo do DUX 2020 com uma aula sensacional sobre desenvolvimento econômico com o professor e pesquisador Flávio Comim.

Na sua segunda participação voluntária como palestrante do DUX, dessa vez direto de Barcelona, Comim fez um resgate histórico e crítico do conceito de desenvolvimento econômico. Revisando as teses de autores como Thomas Piketty, John Rawls, Sandra Sherman, Martha C. Nussbaum e Adela Cortina, ele demonstrou como a ideia de desenvolvimento vai se transformando e incorporando novos paradigmas com o passar das décadas.

Além da qualidade do referencial teórico e de análises que nos permite perceber O quão complexo é o desafio de combater à pobreza no Brasil,   Comim nos presenteou com sua visão sobre liderança.

“Liderar é você não esperar os outros agirem para decidir como você vai agir. Mas é você agir em função de alguns princípios. Princípios que não apenas você tem, mas que estão bem estabelecidos, princípios que estão racionalizados, que estão explicados pra você mesmo e que você pode explicar de uma maneira clara para as pessoas. Não é dizer sim pra tudo mas dizer não e explicar o porquê está dizendo não para algumas coisas.

A noção de liderança envolve também assumir riscos, porque sempre parte das nossas ações são ações que a gente tem que imaginar.  Um dos grandes problemas que temos hoje é não conseguirmos imaginar o outro, imaginar as pessoas, suas circunstâncias. Os líderes precisam desses princípios e dessa imaginação, uma imaginação educada, que abra espaço para a voz dos outros. Ela é fundamental para defender seus princípios.